J.B.ROMANI

Eu colho as pedras do caminho como se fossem uvas e bebo a poeira como se fosse vinho.

Textos

SEUS  OLHOS




No deserto a areia tentou me avisar...
Fuja...      E  eu não ouvi...
Nas montanhas o vento sussurrava preocupado...
Fuja...     E eu não liguei...
 
No Oasis havia um ar de medo...
Os coqueiros me apontavam outra direção...
Havia receio na agua da nascente...
Um aviso... Fuja...  E eu não liguei...
 
Uma fada amedrontada aproximou-se
e com receio visível disse vagarosamente...
Volte...  Por favor volte...
Fiz que não com a cabeça e segui...
 
Ela não entendia, o deserto, a montanha...
Ninguém poderia entender...
Eu havia visto os seus olhos
Já não poderia fugir.
 
Seus olhos enfeitiçados,
O seu olhar encantado...
E eu me tornei só mais um...
Sem razão... Sem rumo...  Apaixonado.

 
 
 
 
 
 
J B ROMANI
Enviado por J B ROMANI em 28/03/2016
Alterado em 28/03/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.jbromani.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras